Carregando...

Eventos do Grupo ERA

Você está aqui:

VIII Seminário Internacional de Retórica e XVI Colóquio do Grupo ERA

Dia(s): 29 e 30 de novembro de 2024
Local: no Instituto Federal de Alagoas, campus Maceió, auditório Oscar Sátyro

Inscreva-se

Sistema Retórico: Dispositio e Elocutio - VII Seminário Internacional de Retórica e XV Colóquio do Grupo ERA

Dia(s): 1º e 2 de dezembro de 2023
Local: na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo/SP

Assista aos vídeos de gravação do evento:
Vídeo - Dia 1 Vídeo - Dia 2

Conteúdo: Abrir
Vídeo: Assistir


Sistema Retórico: Inventio - VI Seminário Internacional de Retórica e XIV Colóquio do Grupo ERA

Dia(s): 03 de dezembro de 2022
Local: na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo/SP

Vídeo: Assistir


V Seminário Internacional de Retórica: Inventio e no XIII Colóquio do Grupo ERA "Inteligência Retórica: O Logos"

Dia(s): 10 e 11 de dezembro de 2021
Local: na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo/SP


IV Seminário Internacional de Retórica e no XII Colóquio do Grupo ERA "Inteligência Retórica: O Pathos"

Dia(s): 04 e 05 de dezembro de 2020
Local: na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo/SP


III Seminário Internacional de Retórica e no XI Colóquio do Grupo ERA "Inteligência Retórica: O Ethos"

Dia(s): 29 e 30 de novembro de 2019
Local: na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo/SP


II Seminário Internacional de Retórica e no X Colóquio de Estudos Retóricos "Retórica e Educação"

Dia(s): 14 e 15 de dezembro de 2018
Local: na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo/SP


IX Colóquio de Estudos Retóricos - Perpetuidade e Retórica”

Dia(s): 20 e 21 de outubro de 2017
Local: no Centro Universitário Claretiano, Batatais/SP


Jornada Retórica: A memória na Roma antiga

Dia(s): 28 de março de 2024
Local: na Plataforma Microsoft 365 Office – Teams
Facilitador(a): Adriano Scatolin

Será apresentado o tratamento teórico da memória no sistema retórico antigo, exemplificando-o com relatos anedóticos tomados a Cícero e Quintiliano. Depois de breve introdução, expõe-se a importância da memória para os romanos, de maneira geral, e para os oradores em específico; as metáforas aplicadas à memória pelos antigos; as figuras históricas notórias, na Antiguidade, por sua memória prodigiosa; a diferença entre memória natural e memória artificial; o sistema mnemotécnico dos lugares e imagens; os exemplos de bom e mau uso da memória pelos oradores; e uma breve conclusão.


Jornada de Retórica: Memória argumentativa e memória polêmica: possibilidades retóricas

Dia(s): 01 de novembro de 2023
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Lucas Nascimento

Nessa palestra, vou mostrar como a tradição retórica aborda a questão da memória e discutir as possibilidades de uma memória argumentativa como ferramenta de compreensão de fenômenos argumentativos. Ao fazer isso no quadro teórico-metodológico de uma análise dialógica da argumentação, proposta resultante do encontro epistemológico do dialogismo bakhtiniano e da nova retórica, avançarei para mostrar como é possível pensar a memória polêmica, uma vez que em um evento polêmico há sempre uma atualização de entidades geradas por outras polêmicas, passíveis de identificação, uma vez que há nelas um caráter reciclável e migratório. Para tanto, farei análises de enunciados dos campos político e religioso.


Jornada de retórica: Por entre traços e cores: a retórica do Design nos LPs da Tropicália

Dia(s): 27 de setembro de 2023
Local: no Youtube
Facilitador(a): Delzio Marques Soares

Por entre traços e cores: a retórica do design nos LPs da Tropicália é uma investigação apaixonada de um aspecto até então não explorado ou pelo menos não aprofundado nos estudos do celebrado movimento musical tropicalista – a argumentação presente no design das capas dos seus discos. Valendo-se da ousada mistura teórica da retórica aristotélica com os fundamentos da leitura da imagem e a retórica da imagem de Roland Barthes, o autor nos apresenta uma abordagem reveladora, que nos conduz a uma nova percepção e compreensão da iconografia tropicalista, relacionando-a aos propósitos musicais e estéticos do movimento e inclusive situando-a na perspectiva da história do design de capas de disco. Em seus propósitos, essa obra também se apresenta como um modelo de abordagem para os estudos dos aspectos argumentativos e retóricos do texto visual ou verbo-visual, o que a torna uma referência para profissionais, pesquisadores e educadores do campo da linguagem, do design gráfico, da comunicação e, é claro, para os amantes da Tropicália.


Jornada de Retórica: Referente, macroestructura y microestructura del discurso retórico: las partes orationis

Dia(s): 04 de outubro de 2023
Local: no Youtube
Facilitador(a): Tomás Albaladejo

Como integrantes del eje horizontal del modelo retórico, las partes del discurso, en su doble localización en el nivel de inventio y en el nivel de dispositio, configuran la organización tanto de la estructura de conjunto referencial como de la macroestructura del texto retórico. Teniendo en cuenta dicha situación de las partes orationis, a continuación me ocupo de cada una de ellas y de su conjunto. La microestructura del texto retórico, elocutio es la operación retórica por la que se obtiene una construcción lingüística que manifiesta la construcción macroestructural correspondiente al nivel de dispositio, por lo que en el eje de representación vertical del modelo retórico la elocutio viene a continuación de la dispositio, sobre cuyos materiales actua.


Jornada de Retórica: A razão discursiva no campo do processo judicial

Dia(s): 23 de agosto de 2023
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Luiz Sergio Fernandes Souza

A palestra tem por objetivo demonstrar a razão discursiva no campo do processo judicial, que se expressa não exclusivamente por silogismos, mas por saberes práticos. Trata-se do convencimento que leva em conta não somente os aspectos racionais, mas também a esfera da afetividade.


Jornada de Retórica: Inventio, Dispositio e Elocutio em O Nome da Rosa (1980), de Umberto Eco

Dia(s): 12 de abril de 2022
Local: na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo/SP
Facilitador(a): Jean Pierre Chauvin

Trazer para o Grupo de Pesquisa – ERA (Estudos Retóricos e Argumentativos) – profissionais de diversas áreas, tanto de instituições nacionais quanto internacionais, no intento de proporcionar aos colegas e aos professores do Programa de Estudos Pós-Graduados em Língua Portuguesa maior contato com temáticas que vêm sendo discutidas nas áreas de Língua Portuguesa, Retórica e Argumentação. É imprescindível estreitar relações com grupos de pesquisas do Brasil e do exterior com o escopo de fomentar pesquisas interinstitucionais a partir desse intercâmbio frutífero de conhecimentos. Por fim, busca-se ensino, pesquisa e extensão com a finalidade de ampliar o repertório acadêmico dos membros do Grupo.


Jornada de Retórica: As imagens da pandemia e a reinvenção dos textos da cultura

Dia(s): 03 de novembro de 2021
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Adriana Pierre Coca

A reflexão problematiza como os textos culturais, registrados em imagens, sobretudo nas redes sociais, se reconfiguraram diante da atual pandemia provocada pelo surgimento do novo cornonavírus, segundo os pressupostos da Semiótica da Cultura (Lotman, 2013). Pois, um traço característico da explosão cultural é a vivência dessa experiência como algo único na história da humanidade, um momento incomparável, afirma Lotman (2013). O autor cunhou o conceito de explosão cultural ou semiótica para pensar o previsível e o imprevisível em momentos de mudança social. O objetivo principal da exposição é trazer à luz algumas bases conceituais da perspectiva teórica da Semiótica da Cultura, exemplificada por textos culturais/imagens relacionados ao momento atual da pandemia. Como objetivo mais específico, ainda que não seja o foco da apresentação, propomos fazer uma incursão breve sobre a abordagem de retórica para Lotman (2003), que considera a retórica de suma importância para a compreensão do funcionamento dos textos da cultura. Em Lotman (1996), a retórica não é pensada se articulando propriamente pelo viés da argumentação, perpassa o que ele nomeia como um sistema sígnico retórico que está atrelado a “poética do texto” (Lotman, 1996, p.119). Sendo assim, as associações entre os diferentes textos e momentos da cultura são imprescindíveis para que o auditório seja acionado pelo diálogo com uma memória cultural coletiva e passível de ação criadora.


Memória e encantamento retórico: Professora Doutora Lineide do Lago Salvador Mosca

Dia(s): 20 de outubro de 2021
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Débora Raquel Hettwer Massmann, Marcia Regina Curado Pereira Mariano e Moisés Olímpio Ferreira

A palestra tem por objetivo apresentar brevemente alguns dados do trajeto acadêmico da Profa. Lineide do Lago Salvador Mosca, focalizando o seu insistente trabalho de orientação com visão interdisciplinar em corpora de diversas esferas sociais.


Jornada de Retórica: Argumentação e Análise Crítica: marcas entrelaçadas no gênero discursivo editorial

Dia(s): 22 de setembro de 2021
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Maria Francisca Oliveira Santos

O trabalho objetiva a interação entre os fundamentos retóricos e os princícios críticos do discurso, caminho perseguido pela condução do gênero escolhido para estudo. Acenta-se a inter-relação da Retórica com outras áreas do conecimento.


Jornada de Retórica: O poder da oratória forense para o sucesso profissional do advogado

Dia(s): 11 de agosto de 2021
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Wilson Ricardo Ligiera

Considerações acerca da retórica aristotélica, sua aplicação prática e sua relevância para o êxito profissional do advogado e demais operadores do direito.


Jornada de Retórica: Ensinar a argumentar ou convidar ao confronto com a incerteza

Dia(s): 16 de junho de 2021
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Rui Alexandre Lalanda Martins Grácio

A argumentação opera algures entre o arbitrário e o necessário. Caracteriza-se por ser uma luta contra o arbitrário que, contudo, não se realiza em esquematizações que visam o necessário (isto, partindo, é claro, da aceitação da diversidade dos valores e da sua repercussão em termos práticos).
Enquanto a atividade que opera num espaço tensional, num “entre”, ela parece ser animada por uma condição intermédia semelhante à condição de Eros, tal como descrito por Diotima no diálogo platônico O Banquete: um ser que habita entre o mortal e o imortal, entre a penúria e a plenitude.
Esta condição tensional, bem como a aspiração dos argumentadores a terem razão permite dimensionar a racionalidade através da metáfora do jogo e, mais precisamente, da ideia de “jogos de racionalidade”.
Com efeito, esta ideia permite valorar a contingência como componente inultrapassável da vida prática e dimensionar a incerteza como uma das limitações inerentes à finitude humana.
É na compreensão da dimensão incerta, arriscada e dilemática da condição humana - e, ainda assim, resiliente à arbitrariedade – que o ensino da argumentação deve encontrar o seu enquadramento primeiro, assumindo-se , - essa é a tese que procurei explanar e defender – como um convite ao confronto com a incerteza.

Vídeo: Assistir


Olhar Jurídico: Não basta conhecer o Direito, é preciso saber dizê-lo

Dia(s): 19 de maio de 2021
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Nelson Souza

Colóquio sob o tema: Não basta conhecer o Direito, é preciso saber dizê-lo, cujo objetivo é conscientizar o operador do Direito para o uso de uma das ferramentas de que dispõe, que é a Língua Portuguesa, a partir de atributos de clareza, de objetividade e, sobretudo, de correção gramatical.


Jornada de Retórica: O método em análise retórica

Dia(s): 02 de junho de 2021
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Samuel André Alves Mateus

O crescente número de trabalhos em torno de Retórica e a integração de objectos de estudo anteriormente ignorados (como os Media) têm como corolário a proliferação de abordagens metodológicas em Análise Retórica. Nesta palestra discute-se a diversidade de métodos comummente empregues e sugere-se um modelo integrador de análise retórica através do modelo MELCA de análise retórica, o qual pretende ser um método generalizável de proceder ao exame dos mecanismos retóricos utilizados nas suas mais variadas formas: desde a retórica jurídica, passando pela retórica na educação até à retórica da publicidade.

Vídeo: Assistir


Jornada de Retórica: Razão e Sensibilidade: a emoção argumentada em interações jurídicas

Dia(s): 21 de outubro de 2020
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Rubens Damasceno Moraes


Jornada de Retórica: "Linguagem das emoções: elementos retóricos da música"

Dia(s): 26 de agosto de 2020
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Priscila Antunes de Souza


Jornada de Retórica: A transmissão da escrita sobre retórica de Roma à Corte Carolíngia

Dia(s): 27 de maio de 2020
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Artur Costrino

Plataforma: Clique aqui
Vídeo: Assistir


Jornada de Retórica: Música caipira e enraizamento

Dia(s): 20 de maio de 2020
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Prof. Dr. Ivan Vilela

Plataforma: Clique aqui
Vídeo: Assistir


Jornada de Retórica: A Retórica e a Filosofia como atitude espiritual fundadora do Ocidente

Dia(s): 13 de maio de 2020
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Prof. Dr. Nuno Coelho

Plataforma: Clique aqui


Jornada de Retórica: Memoria retórico-argumental y pathos

Dia(s): 29 de abril de 2020
Local: na Plataforma Blackboard
Facilitador(a): Profª. Drª. Alejandra Vitale

Plataforma: Clique aqui
Vídeo: Assistir


Conferência Magistral: Julián Woodside

Dia(s): 11 de março de 2020
Local: na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo/SP
Facilitador(a): Julián Woodside


Palestra para um Morto da autoria de Seleimen Cassamo: proposta de um processo criativo etnográfico

Dia(s): 22 de junho de 2022
Local: na Plataforma Microsoft 365 Office – Teams
Facilitador(a): Sara Antónia Jona Laisse

Pretendo, através da obra literária intitulada Palestra para um Morto, da autoria do escritor moçambicano Suleiman Cassamo, demonstrar que o seu processo de escrita criativa (pouco compreendido entre alguns – de acordo com diferentes oficinas realizadas pela palestrante), pode ser melhor interpretado e compreendido, em função da utilização de um modelo de análise literária etnográfico, realizado com base na Desconstrução preconizada por Derrida. Esse modelo de análise pode ser conferido em Laisse (2015). O objectivo de o partilhar tem a ver com o facto deste permitir ter-se uma melhor apreenção de sentidos da obra; o que, em última instância demonstra a existência de processos retóricos de diversa ídole no que tange à escrita criativa.


A questão das paixões em algumas reflexões retórico-poéticas do Renascimento e do Barroco

Dia(s): 25 de maio de 2022
Local: na Plataforma Microsoft 365 Office – Teams
Facilitador(a): Sarissa Carneiro

A abordagem sobre o livro que retrata a passagem do século XVI recupera a retórica obrigatória sobre o infortúnio, desde seus antigos fundamentos até a ênfase que recebeu em autores dessa época. Narrativas de naufrágios como as incluídas no último livro da história geral e natural das índias de Gonzalo Fernández de Oviedo mostram o impacto dessa retórica, mas também as tensões que ela gerou na escrita no início da modernidade.

Vídeo: Assistir


Compreensões contemporâneas do discurso de ódio

Dia(s): 11 de maio de 2022
Local: na Plataforma Microsoft 365 Office – Teams
Facilitador(a): Claudia Maria Dadico

(...)o sujeito que fala nesse discurso, que diz ?eu? ou que diz ?nós, não pode, e, aliás, não procura, ocupar a posição do jurista ou do filósofo, isto é, a posição do sujeito universal, totalizador ou neutro. ( . . .) Claro, sem dúvida, ele faz o discurso do direito, e faz valer o direito, reclama-o. Será o direito de sua família ou de sua raça, o direito de sua superioridade ou de direito da anterioridade, o direito das invasões triunfantes ou o direito das ocupações recentes ou milenares . De todo o modo, é um direito a um só tempo arraigado numa história e descentralizado em relação a uma universalidade jurídica . E, se esse sujeito que fala do direito (ou melhor, dos seus direitos) fala da verdade, essa verdade não é, tampouco, a verdade universal do filósofo. (Michel Foucault, "Em Defesa da Sociedade”.


Tradição Retórica e Pedagogia Retórica

Dia(s): 30 de março de 2022
Local: na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo/SP
Facilitador(a): Marcus Vinicius da Cunha

Apresenta os fundamentos da Tradição Retórica e da Pedagogia Retórica, tomando por base investigações que valorizam o papel da Sofística na formação de cidadãos democráticos, em oposição à tradição derivada de Platão. Apresenta as principais concepções educacionais de John Dewey (1859-1952), autor caracterizado como o mais alto expoente da Sofística, com destaque para o conceito de “experiência estética”.

Vídeo: Assistir


Invenção: Autoria e Processos de Criação

Dia(s): 10 de novembro de 2021
Local: na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo/SP
Facilitador(a): Elioenai Dos Santos Piovezan


Palestra: O serviço da dívida e a dependência econômica da América Latina: independência e tempos atuais

Dia(s): 16 de setembro de 2020
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Tiago Assis


Palestra: O Poder da Retórica nas Plataformas Digitais em Tempos de Pandemia

Dia(s): 13 de maio de 2020
Local: na Plataforma Zoom
Facilitador(a): Profª. Drª. Cláudia B. Abuchaim

Plataforma: Clique aqui
Conteúdo: Abrir
Vídeo: Assistir


Seminário: Os estudos sobre o ethos no Brasil - temáticas, abordagens e contribuições

Dia(s): 10 de junho de 2020
Local: na Plataforma Microsoft Teams
Facilitador(a): Márcia Regina Curado Pereira Mariano


VIII SEMINÁRIO INTERNACIONAL DE RETÓRICA

XVI COLÓQUIO DO GRUPO ERA

Dias 29 e 30 de novembro

Participe como ouvinte ou apresentação de trabalho (comunicação oral ou banner).

Quer fazer parte do grupo? Fale conosco Mensagem

Contatos
© 2024. Estudos Retóricos e Argumentativos. Todos os direitos reservados.